September 8, 2015

A Witch's Tale - Capítulo II


A WITCH'S TALE
Capítulo I | Capítulo II | Capítulo III


Para Lady Blanchard, Inglaterra
02 de Novembro de 1891

   Cara irmã, temo ter más notícias a lhe relatar.
Sou um homem condenado! Acabo de descobrir minha brutal natureza, que veio a mim mesmo surpreender.

   O que lhe contarei agora, com grande pesar, a fará talvez compreender os atos terríveis que cometi em meu último dia de estadia na tempestuosa Salém.

   Como deve recordar-se, eu havia prometido a mim mesmo enfrentar as mulheres misteriosas que ofereceram uma bebida suspeita a minha Lucy, e assim o fiz; enquanto minha mulher jazia doente em sua cama, parti, armado com uma adaga - afinal eu não sabia exatamente a natureza daquelas estranhas com as quais estava lidando. 

   Então, na manhã que se sucedeu aos fatos que marcaram minha chegada a esta cidade, despertei decidido a me reencontrar com elas, e lividamente caminhei em direção ao local onde tudo ocorrera naquele dia. Encontrei o local com a porta aberta, e adentrei-o; mas aparentemente estava vazio.. Chamei-as, mas não obtive resposta.

   Logo atrás da velha moradia das irmãs, avistei  um jardim, pequeno e dotado de uma beleza singular, bonito e soturno; pequenos animais viviam lá, entre as sombras de plantas exóticas e belas, bem como dos frutos e flores silvestres, e da a hera que crescia irregular por todos os lados.

   Ao sentir o docílimo perfume que vinha dali, comecei a sentir uma certa tontura, e tudo  aminha volta havia mudado: o pequeno jardim permanecia lá, mas agora eu não mais estava no cenário inicial, nas ruas de Salém; era noite, e ora encontrava-me em uma floresta escurecida.. Creio que, quase sem perceber, tal como em meio a um devaneio eu havia caminhado em direção a tal floresta que ora me encontrava. Já era noite, e a única luz que me guiava provinha de um pálido luar, que se estendia sobre as árvores e todo o caminho a minha frente, quase que completamente enegrecido pelas sombras.

   Sim, irmã! Sei que, ao ler este relato, certamente está a duvidar de minha sanidade, mas posso lhe jurar que tudo o que estou a lhe relatar fora real.. Eu sei o que vi!

   Ao caminhar pelo bosque, apavorado – naturalmente, como qualquer um estaria em tal situação -, e logo avistei de longe uma clareira entre as arvores, em meio ao breu da floresta.. A luz provinha de uma fogueira que fora acendida. Ao redor dela, vi os vultos de quatro figuras dançarem.

   Aquela visão encheu-me e pavor, de modo que não permitiria, de modo algum, que tais criaturas me vissem; assim fui me aproximando sorrateiramente, me escondendo atrás das árvores, para que elas não pudessem perceber minha presença. 

   Em dado momento eu havia chegado realmente perto, e pude perceber quem eram: as três mulheres, e dentre elas também estava minha Lucy! Aquilo fora um grande sobressalto, e o medo havia tomado conta de mim. 

   No instante seguinte, elas cessaram a dança, e olharam fixamente na direção na qual eu me encontrava.
   Sarah sorriu – e em seu sorriso, tinha algo de maligno.

   - Revele-se! – bradou ela – Quem quer que seja!
   Agora, a certeza que elas haviam notado minha presença era absoluta.

   Ainda temeroso, senti um pequeno alívio ao me certificar que minha afiada adaga ainda encontrava-se em meu bolso. Em seguida, tomado por uma súbita coragem, deixei meu esconderijo entre as árvores e apresentei-me as irmãs.
   Lucy encarou-me; não parecia estar surpresa, a propósito não demonstrara reação alguma.

   Algo em seus olhos havia mudado.


(continua...)


by Vane

12 comments:

  1. Como vai moça?
    Ficou perfeito e cativante!
    Você não é o tipo de escritora que
    fica a "encher linguiça", ou seja,
    não enrola o leitor, indo direto ao ponto.
    Eu também gosto assim,
    porque já passei muita raiva lendo autores prolixos.
    É um estilo bom para este mundo metropolitano,
    você consegue finalizar um capítulo "antes de descer na próxima estação";
    entretanto, há de ser o autor, faustuoso nos detalhes,
    de capítulo a capítulo, pois, é isto que nos cativa.
    Ué, Vane! Onde está o 3º capítulo?

    ReplyDelete
    Replies
    1. Olá Arnaldo,
      Agradeço muitíssimo pelo atencioso comentário :)

      Um forte abraço..

      Delete
  2. Bom dia querida Vanessa... quantos rituais escondidos dos nossos olhares ainda são feitos..
    o lado negro nunca desiste.. sempre busca caminhos para alimentar-se da vitalidade de pessoas boas..
    os encantos de momento geralmente escondem algo de intenção contrária..
    que continues assim.. fique sempre bem..
    abraços e até sempre

    ReplyDelete
    Replies
    1. Olá Samuel..

      Preciso concordar.. "Há mais coisas entre o céu e a terra do que supõe nossa vã filosofia"..

      Fique bem também! Abraços

      Delete
  3. Ahhh... Fiquei tão presa e envolvida... O ponto final, rs... Aguçou ainda mais a curiosidade...
    Adoro a tua forma de escrever, aguardarei desfecho.
    Meu carinho, boa noite.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Olá Lucy
      Agradeço pelo gentil comentário.

      Um abraço..

      Delete
  4. Muito bom! Sempre me empolgo quando leio seus contos, o mais interessante é a maneira como descreve sempre imagino as cenas :)
    Te indiquei para uma tag

    ReplyDelete
    Replies
    1. Obrigada :D
      Já respondi o/ Agradeço novamente pela indicação.

      Um abraço

      Delete
  5. Magnifica narração, Vane, prendeu o leitor do principio ao fim. Com estilo e meticulosa ao extremo, detalhista, isso é bom, demonstra grande imaginação e poder de síntese. Uma das melhores escritoras que eu conheço. Perfeita em verso e prosa, estilo agradável e leve, elegantérrimo! Acredite. Abraços.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Obrigada Fábio, fico lisonjeada com suas palavras.. ainda mais por serem vindas de você, um ótimo escritor!

      Abraços

      Delete
  6. Hola, ^_^ vengo de Adolescentealos28... donde ya me seguías, pero me he actualizado y me gustaría que continúes formando parte de todo, así que te invito a mi nueva casa, espero que te guste y te quedes ;)

    VioletaPurpurina.blogspot.com

    Bss de color Violeta...

    ReplyDelete
    Replies
    1. Olá

      Agradeço por sua visita..

      Um abraço

      Delete